Provas de que tudo era permitido no Brasil nos anos 80 e 90

Antes de estrear na Globo, em 1986, Xuxa apresentava o “Clube da Criança” bem à vontade na TV Manchete.

Os cigarrinhos de chocolate Pan eram um sucesso nos anos 80. Só em 1996 a galera percebeu que talvez fosse meio perturbador, sem falar na má influência, ter uma criança “fumando” na embalagem. Aí o doce passou a ser vendido como “rolinhos de chocolate”.
Podia fazer pôster de assistentes de palco de programa infantil sem camisa
Os Marotos eram os ajudantes da Mara no “Show Maravilha”.

Podia botar duas crianças seminuas montadas numa moto para vender jeans.Essa propaganda saiu em um gibi do Pato Donald de 1980.

Podia ter uma criança e uma mulher, nuas numa propaganda de perfume.

Podia pular carnaval sem calcinha (e sem tapa-sexo) na TV.Em 1989, a modelo Enoli Lara foi a primeira mulher a desfilar nua no sambódromo carioca. Ela saiu pela União da Ilha.

Podia lançar uma banda cujo único hit era uma música de apenas dois versos: “seu pipi no meu popô/ seu popô no meu pipi”. O Vestidos no Espaço, na verdade, era formado por membros dos Titãs, Paula Toller, Jorge Mautner e o produtor Liminha. Lançaram um compacto em 1988, com “Pipi Popô”.

Podia sair na contracapa do disco infantil com o que parece ser um isqueiro na meia.
Tudo isso na contracapa de “A Banda do Bozo”, disquinho de 1986.
E podia fazer uma capa de disco assim:“Me Faz um Carinho” .Gravado em 1988 por ele mesmo, Gilberto Barros

Fonte

Comentários

Deixe uma resposta