Conheça Wonderland -” Parque Fantasma” na China

Imagine um parque nos moldes da Disneylândia,mas completamente abandonado…

 É exatamente esse cenário que você pode encontrar ao visitar a Wonderland (“Terra das Maravilhas”), a 32 quilômetros de Pequim, na China. No local, é possível encontrar vestígios do que seria o maior parque temático da Ásia, cuja construção foi interrompida em 1998 após divergências entre os construtores e o governo chinês. O resultado é uma gigantesca área abandonada.

Veja algumas fotos:

Cidade chinesa cria faixa exclusiva para pedestres que não largam o celular

Você já se chocou na rua com algum distraído que mexia no smartphone em vez de olhar para onde estava andando? O pessoal da cidade de Chongqing, na China, parece estar bem atento a este tipo de situação e começou a implantar em algumas calçadas faixas exclusivas para pedestres que caminham enquanto interagem com seus smartphones.

Não há relatos de acidentes graves na cidade para justificar a novidade, mas podemos imaginar que a coisa é bem intensa por lá. Muitas pessoas devem atrapalhar outras nas calçadas e as placas colocadas nos ambientes explicando a novidade dizem que é proibido caminhar e mexer no celular fora dessa área desenhada no chão.

Note que se trata de uma faixa de mão dupla e que ainda fica na parte de fora da calçada. É possível imaginar que essa pode não ter sido a melhor escolha, uma vez que pessoas menos atentas estariam mais seguras longe dos carros. De qualquer forma, o local não parece tão movimentado.

Além dessa novidade na China, na Austrália, uma mulher caiu de um píer por não morar numa cidade como Chongqing. Ela estava caminhando enquanto usava o Facebook e acabou caindo no mar em dezembro de 2013. Ela conseguiu sobreviver por cerca de 20 minutos na água, quando um barco da polícia costeira de Melbourne a socorreu.

Será que essa faixa exclusiva para quem não desgruda do celular seria uma boa ideia em alguma cidade brasileira?

Fonte: Tequimumdo Tecmundo

Emprego mais fofo do mundo!

Quem quer ser babá de panda? 
A vaga de “babá de panda” tem sido comparada pelos seus recrutadores ao “melhor emprego do mundo”  –o de zelador de uma ilha paradisíaca na Grande Barreira de Coral na Austrália. Mas, ao contrário da oferta australiana, o empregado não fica isolado durante o período de trabalho. Como babá, ele terá a companhia de pandas fofos (bota fofura nisso!) por 365 dias ininterruptos.
Se você quer se candidatar ao emprego “mais fofo do mundo” (e relativamente bem pago), saiba que é preciso ter alguns pré-requisitos básicos. Afinal, ser babá de pandas não é para qualquer um: menos de 2.500 animais da espécie vivem no mundo.
Segundo o “China Daily”, o Centro de Pesquisa e Proteção dos Pandas Gigantes da cidade de Ya’na, na província chinesa de Sichuan, recruta pessoas apenas com 22 anos ou mais. Elas devem ter boas habilidades na escrita e na fotografia, além (é claro) de conhecimentos básicos sobre os pandas.
O centro paga um salário polpudo de cerca de 200 mil yuans por ano (R$ 71 mil/ano ou cerca de R$ 5.900/mês) para uma “babá de panda”. A “babá de panda” também poderá dirigir um SUV (veículo utilitário esportivo, também conhecido como carro grande, bonitão e possante) e terá alimentação e moradia gratuitas.
Os pandas são tão fofos que tem gente até que dispensa pagamento para ficar perto deles (lógico que não, é para salvar a espécie). Cerca de 80% dos trabalhadores do centro são voluntários –a maioria deles do Japão, Europa e Estados Unidos. 
Mais informações no site Sohu
Tirado do site Uol

Notícia tensa da madrugada

Chinês processa a mulher ao descobrir que ela era feia antes do casamento

A moça havia feito cirurgias plásticas, mas o marido se sentiu enganado por achar que ela tinha uma beleza natural

Um caso muito curioso vindo da China virou notícia em várias partes do mundo.

O chinês Jian Feng pediu o divórcio e ainda processou a mulher por se sentir enganado.

É que ele se casou com uma moça muito bonita, mas descobriu que ela já tinha sido feia.


Quando a filha do casal nasceu, Jian achou a criança feia e nada parecida com nenhum deles.

No começo, ele achou que se tratava de uma traição, mas ao investigar, descobriu que a mulher havia mudado completamente seu visual com uma série de cirurgias plásticas.

A jovem se transformou em outra pessoa depois das plásticas e Jian se sentiu enganado, pois sempre achou que a beleza dela era natural.

Depois de pedir o divórcio, ele processou a mulher e recebeu o equivalente a R$ 245 mil (75 mil libras).


HUAUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUAHUHUAHUAHUAHUAHUAUHAHUAHUA

Fonte: r7