O Bardo e o Banjo

Transmitir a música, a cultura de um povo, é a única forma de manter a chama da história de cada um de nós acesa para a posterioridade. O bardo na Europa antiga desempenhava esse papel, transmitindo através da arte (música, poemas) as histórias e lendas dos lugares por onde ele havia passado. No espirito de propagar uma cultura não tão conhecida, Wagner Creoruska Junior da inicio ao projeto o O Bardo e o Banjo, onde a música tradicional irlandesa e americana é propagada. Músico e instrumentista desde os 12 anos, Wagner estudou do violão erudito às guitarras do Heavy Metal, passando pelos mais diferentes estilos musicais e tocando em bandas como a Unlife e a December. O Bardo e o Banjo é por essencia um projeto que se enquadra no Folk, buscando nas raizes da música tradicional norte-americana, e, no banjo e seus intrumentos de percussão, o resgate (ou o conhecimento) de uma cultura esquecida.

O Banjo (de 5 cordas), instrumento que descende da família do alaúde (usado pelos bardos na antiga Europa), foi inventado nos Estados Unidos onde se tornou popular através de estilos musicais como o Bluegrass e o Jazz. Nas montanhas Apalaches (EUA) a forte influência da música irlandesa, escocesa, o country e o blues, agregados ao banjo de 5 cordas tornaram um estilo de tocar o instrumento, chamado estilo clawhammer, uma formula popular muito usada em filmes do velho-oeste e programas de TV da época. Em O Bardo e o Banjo o estilo clawhammer é difundido, assim como as músicas e temas que tornaram esse estilo conhecido.

O Bardo e o Banjo é uma One-man-band (banda de um homem só), que nada mais é que tocar vários instrumentos ao mesmo tempo e usando diferentes partes do corpo, esse é o conceito de uma banda de um homem só. O banjo agregado ao mambo (uma mala que vira um bumbo) e uma meia-lua é a engenhoca que faz o som de O Bardo e o Banjo. Uma experiência única, dançante, contagiante, que só pode ser contemplada ao vivo, com o Bardo e o Banjo!
O Bardo e o Banjo pode ser visto pelas ruas de São Paulo e para saber onde eles estarão, fiquem de olho no Twitter do O Bardo e o Banjo.

Fonte do texto: Southern Rock

Mais sobre O Bardo e o Bando:

Tumblr
facebook
Twitter
Youtube

Comentários

Deixe uma resposta